A Origem do Escapulário

No século XII, um grupo de homens dispostos a seguir Jesus Cristo reuniram-se no Monte Carmelo em Israel. Ali construiram uma capela em honra a Nossa Senhora. Este local é considerado sagrado desde tempos imemoriais (Is 33,9-35,2 e Miq 7,14) e se tornou célebre pelas ações do profeta Elias (1Rs 18). A palavra Carmelo quer dizer Jardim ou Pomar. Nasciam ali os Carmelitas, ou a ordem dos Irmãos da Bem- Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo. Tempos depois, os carmelitas mudara-se para a Europa e passavam por grandes dificuldades. No dia 16 de julho de 1251, quando rezava em seu convento em Cambridge, Inglaterra; São Simão Stock, superior geral da Ordem, pediu a Nossa Senhora um sinal de sua proteção que fosse visível a seus inimigos.
Recebeu então de Nossa Senhora o escapulário com a promessa: " Recebe, filho amado, este escapulário. Todo o que com ele morrer não padecerá a perdição no fogo eterno. Ele é sinal de salvação, defesa nos perigos, aliança de paz e pacto sempeterno". Quem segue Jesus e é devoto de Maria Santíssima caminha a passos seguros no caminho da salvação. O escapulário é sinal de proteção de Maria.
A festa de Nossa Senhora do Carmo é celebrada todo dia 16 de julho de cada ano, desde 1332 e estendida à Igreja Universal no ano de 1726 pelo papa Bento XIII. O papa João Paulo II, ao declarar que usava escapulário desde a sua juventude, escreve: "O escapulário é signo de aliança entre Maria e os fiéis. Traduz concretamente a entrada, na cruz, de Maria ao discípulo João". (Jo 19,25-27).
O Escapulário do Carmo
Consiste em dois pedaços de pano marrom unidos entre si por dois cordões. Um pedaço de pano traz a estampa de Nosse Senhora do Carmo e o outro a do Sagrado Coração de Jesus, ou o emblema da Ordem do Carmo. A palavra latina "scapulas" significa ombros, daí designar-se escapulário, este objeto de devoção colocado sobre os ombros.
Para os religiosos carmelitas é símbolo de consagração religiosa na Ordem de Nossa Senhora do Carmo. Para os fiéis leigos, para o povo, é símbolo de devoção e afeto para com a mesma Senhora do Carmo. Nos meios populares é conhecido como "bentinho do carmo".
"Para a igreja, entre as formas de devoção Mariana está o uso piedoso do escapulário do Carmo pela sua simplicidade e adaptação a qualquer mentalidade" ( papa Paulo VI). Maria, mãe de Jesus, é a "mulher que pisa na cabeça da serpente" (Gn 3,15) e aparece vestida de sol, tendo a lua sob os pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça" ( Ap 12,1-17).

2 Comments:

  1. Anônimo said...
    Frei Lino
    Que beleza de blog. Parabéns pelo incentivo à modernidade
    OTC de Itu
    Pe.Eniroque said...
    Fiquei muito feliz em receber esta mensagem. Parabéns. Nossa Senhora do Carmo interceda junto ao Senhor que abençoe os nossos mcs. Especialmente este novo blog.

Post a Comment